domingo, 28 de setembro de 2008

Cortina Rasgada

Filme Assistido nº 127
Cortina Rasgada (Torn Courtain, EUA, 1966) – Nota 7
Direção – Alfred Hitchcock
Elenco – Paul Newman, Julie Andrews, Lila Kedrova, David Opatoshu.

Provavelmente este é um filme de Hitchcock menos celebrado, porém não é ruim, mas comparado com seus outros trabalhos fica um degrau abaixo, mesmo tendo a dupla Paul Newman e Julie Andrews nos papéis principais.

Aqui Paul Newman é um cientista americano que leva a noiva Julie Andrews que também é sua assistente, para um Congresso em Copenhague e lá suas atitudes deixam a noiva confusa, até que ela descobre que ele pretende desertar para a Alemanha Oriental em virtude do governo americano ter cortado sua verba para pesquisa.

Este tema atualíssimo na época, bem no meio da Guerra Fria, sem trocadilho, acabou tendo um resultado frio, apesar de algumas boas seqüências como a do assassinato cometido pelo personagem de Newman, fica a impressão de que faltou algo.

Uma curiosidade, durante as filmagens Hitchcock se desentendeu com o maestro Bernard Hermann que havia feito a música de quase todos os seus filmes (quem não conhece a música de Psicose por exemplo?) e os dois cortaram relações para sempre.

7 comentários:

Sérgio Déda disse...

Com Newman... e por ser de Hitchcock... soh isso jah me obriga a procurar e assistir...

vlws

Anita :) disse...

nunca vi mas, como diz o sérgio déda só por ter newman e ser do Hitchcock é obrigatório assisitr!!

Bjo e, uma excelente semana

ps: tens um desafio lá no cantinho:)*

Kamila disse...

Não assisti ao filme e confesso que nem sabia que Paul Newman e Julie Andrews haviam trabalhado com Hitchcock. Fica como dica!

Fifeco disse...

Não vi mas é um dos próximos de Hitchcock a ver.

Abraço

Hugo disse...

Sérgio e Anita - Qualquer que seja filme de Hitchcock é praticamente uma obrigação conhecer.

Kamila e Fifeco - Assistam, pode não ser um clássico, mas tem qualidade.

Fábio disse...

Na minha modesta opinião um dos mais fracos do Mestre. Não chega a ser ruim, mas nem se aproxima dos grandes filmes do diretor. E mesmo Paul Newman(q eu venero) está apenas razoável...

Hugo disse...

Fábio - Hitchcock deixou uma obra sensacional, mesmo os filmes não tão bons como este merecem ser vistos.

Abraço